Buscar
  • Dra. Vanessa Santarosa

Pão ou tapioca? Qual a melhor escolha e porquê?


pão, tapioca, carboidrato

     A onda de dietas milagrosas ou muito restritivas (sem glúten, lactose, carboidrato...) ou a rotulagem de alimentos "bons" ou "ruins", se interpretada ou incorporada fora de um contexto específico de saúde, pode ser muito prejudicial. Por exemplo, dieta sem glúten ou lactose só é indicado para pessoas com intolerância, rotular o carboidrato como vilão ou alimento ruim e que engorda é errado! A restrição deve ser recomendada pelo profissional de saúde mediante avaliação e dados objetivos do histórico de saúde daquele indivíduo.

   O carboidrato é essencial para o organismo pois é a fonte de energia para nossas células e uma dieta balanceada prevê um consumo de até 55% das calorias em carboidrato. Pão e tapioca são alimentos que integram o grupo dos carboidratos, o pão é feito da farinha de trigo e a tapioca da fécula de mandioca. Ambos possuem alto índice glicêmico, ou seja, elevam bastante a glicemia e de forma rápida e não possuem micronutrientes como vitaminas e minerais. O valor calórico de ambos também é semelhante, tendo a tapioca poucas calorias a menos. Além disso, o pão francês contém um pouco de gordura e sódio e a tapioca é isenta desses componentes. No entanto, a principal vantagem da tapioca, ou da fécula de mandioca, é que ela não contém glúten, assim os intolerantes podem consumir esse carboidrato como opção ao invés dos pães. Como a moda da dieta sem glúten se disseminou, principalmente para ajudar na perda de peso, a tapioca virou sinônimo de carboidrato de escolha no café da manhã. Porém não se engane! A tapioca é carboidrato, tem alto índice glicêmico (ruim para diabéticos) e é calórica. Ela possui algumas vantagens, mas a indicação maior é para as pessoas com doença celíaca (intolerantes ao glúten). Como a tapioca não contém fibras, é interessante adicionar no seu preparo chia, linhaça ou aveia, assim aumentamos o valor nutricional bem como diminuímos um pouco o índice glicêmico.

A tabela abaixo resume o valor nutricional do pão e da tapioca.


    Concluindo, nenhum alimento é perfeito. A tapioca pode ser uma opção de substituição aos pães, mas o importante é valorizar sempre uma dieta balanceada e controlada em Kcal, essa é a melhor estratégia para controlar o peso a longo prazo e de forma saudável.


Dra. Vanessa Aoki Santarosa Costa

Médica Endocrinologista formada pela Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo

Atua em consultório médico particular na Vila Mariana, Zona Sul, São Paulo.