Buscar
  • Dra. Vanessa Santarosa

Conheça os 10 principais sintomas do diabetes

Atualizado: 31 de Jul de 2019



    O diabetes mellitus corresponde a um grupo de doenças metabólicas decorrente do déficit na secreção de insulina, resistência periférica à insulina, ou ambas, cuja consequência final resulta em hiperglicemia. A hiperglicemia crônica do diabetes frequentemente está associada com dano, disfunção e insuficiência de diversos tecidos e órgãos, sendo o principais deles o coração, rins, vasos arteriais e retina.

     Os sintomas clássicos do diabetes são bem mais característicos do diabetes do tipo 1. No diabetes do tipo 2, cerca de 50% dos pacientes desconhecem ter a doença por serem assintomáticos ou poucos sintomáticos, daí a necessidade de rastreamento precoce quando existe fatores de riscos associados ou histórico familiar de diabetes. Na presença de sintomas, estima-se que o diabetes do tipo 2 já foi instalado meses ou até mesmo anos antes do aparecimento dos primeiros sinais. Portanto, na presença dos sintomas abaixo é imperativo a investigação da doença.

     Conheça os 10 principais sintomas relacionados ao diabetes:


1. Excesso de urina (Poliúria)

A poliúria se manifesta por produção excessiva de urina, fazendo com que o indivíduo urine mais vezes e em quantidade maior ao longo das 24 horas. Isso acontece pois no estado de hiperglicemia o rim não consegue reter o açúcar, o excesso é eliminado na urina e consequentemente uma quantidade maior de líquido é eliminado juntamente. 

2. Acordar a noite para urinar (Noctúria)

A noctúria faz parte do quadro de poliúria e se manifesta por despertares frequentes durante a noite para ir ao banheiro urinar, situação que frequentemente atrapalha o sono.

3. Sede excessiva (Polidispsia)

A polidispsia aparece como consequência da perda de líquidos abundante na urina. A sensação de sede e de boca seca é constante e o paciente passa a ingerir uma quantidade de água muito superior ao que está acostumado.

4. Fome excessiva (Polifagia)

A polifagia é o apetite exagerado, gerando uma sensação de fome contínua. No diabetes, ao invés de se concentrar nos tecidos e órgãos, o açúcar se concentra todo no sangue provocando uma falta de energia generalizada. O mecanismo de defesa do organismo é passar a ingerir mais comida na tentativa de suprir o déficit energético gerado.

5. Perda de peso imotivada

A perda de peso acontece a despeito do aumento da ingesta de alimentos. É a situação em que o indivíduo come bastante e não engorda, ao contrário, emagrece. A falta de glicose nas células faz com que o organismo obtenha energia através da queima dos estoques de proteína e gordura, situação que leva à perda de massa muscular e diminuição do peso corporal.

6. Embaçamento visual

A visão turva ou embaçada é sintoma frequente no estado de hiperglicemia. A quantidade excessiva de glicose no sangue causa um inchaço do cristalino (lente do olho), o que faz mudar a sua forma e flexibilidade, diminuindo assim a capacidade de foco. Tal sintoma é reversível na medida em que a doença é controlada.

7. Tontura

O aumento da glicemia acima dos níveis fisiológicos acaba gerando acúmulo de glicose dentro dos fluidos corporais e seu grande potencial osmótico gera alteração do funcionamento de todos os sistemas, entre eles o vestibular. A principal manifestação dessa alteração é a vertigem ou tontura.

8. Cansaço

O cansaço é um sintoma frequentemente relatado pelos pacientes com diabetes e pode ser uma condição crônica no decorrer da doença mal controlada. O cansaço excessivo associa-se ao déficit de glicose nas células o que resulta em déficit energético.

9. Infecções de repetição

O diabetes é uma doença que deprime a imunidade gerando susceptibilidade à infecções tais como a candidíase e infecção do trato genito-urinário. Os mecanismos envolvidos na baixa da imunidade ainda não são completamente elucidados.

10.Cãimbras e formigamento

Por fim, uma complicação frequente e que pode acometer o paciente mesmo na fase do pré diabetes é a neuropatia diabética, que afeta sobretudo os nervos periféricos provocando queixas como formigamento (parestesias), cãimbras e dores principalmente nos membros inferiores.


Dra. Vanessa Santarosa

Médica Endocrinologista formada pela Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo

Atua em consultório médico particular na Vila Clementino, Zona Sul, São Paulo.

Contato:

(11) 5081-2192 (11) 95628 - 5666 
Email: vansantarosa@yahoo.com.br

Endereço:

Rua Doutor Diogo de Faria, 775,
9º andar Conjunto 91Vila Clementino,
São Paulo-SP - CEP 04037-002

Horário de Funcionamento:

Segunda à Sexta das 08:00 às 20:00

Sábado das 8:00 às 12:00 
Exceto domingo e feriados

  • Grey Facebook Icon

Todos os direitos reservados Dra. Vanessa Aoki Santarosa Costa  CRM-SP 133.89 - Copyright © 2016

Clínica Médica RQE 38724 - Endocrinologia e Metabologia RQE  38725

Informe Legal : As informações contidas em nossa homepage têm caráter informativo e educacional.